quarta-feira, 24 de março de 2010

Eu não sei


Eu não sei como perdoar aquele que não pede desculpas e que não sente remorso e nem mesmo vergonha.
Eu não sei como perdoar aquele que pede desculpas, que sente remorso e que sente vergonha.
Eu não sei perdoar. Você sabe?

15 comentários:

  1. Não é que eu perdoe. Mas eu fico com pena de ver como o outro é limitado.

    ResponderExcluir
  2. não consigo perecber, qual é a dificuldade em perdoar, basta olhar o outro como ele é e tentar colocar-se na posição dele com as convicções e limitações dele.

    ResponderExcluir
  3. Lou, não leva a mal, mas esse comentário saiu bem esquizofrenico, então, suponhamos que o cara joga a sua filha do sexto andar e você apenas entende que ele é limitado e confuso em suas convicções? Perdão não é para amenidades, é para o que dói de verdade, no fundo do fundo daquilo que somos.

    ResponderExcluir
  4. Ninguém sabe perdoar, porque o perdão não é um sentimento, é uma decisão. Quando somos a parte lesada, temos as nossas "razões", os motivos e as ofensas que o "outro" nos infligiu. Quando decidimos perdoar, abdicamos das nossas "razões", e dispomo-nos a deixar cair os argumentos. Perdoar, em casos de imensa dor e mágoa, é um acto de profunda força interior, um processo de (re)construção de nós mesmos, acima de tudo, porque poucas coisas existem mais corrosivas do que a mágoa e ela nasce exactamente da incapcidade de perdoar.

    Desculpa se me alonguei...mas, como deu para perceber, já tenho reflectido acerca disto.

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Nossa, o tema no minimo ajuste de hoje é amor, raiva, rancor, ressentimento, perdão ou morte. E concordo inteiramente com a Apple. Não existe nada mais corrosivo do que a mágoa, rancor, ressentimento, amargura....

    ResponderExcluir
  6. Perdoar...de peito aberto...sem cobrar da pessoa só acertos...é muito difícil...já tentei isso...perdoei...mas...depois lembrei a pessoa do fato ocorrido...e então percebi...que não tinha perdoado...
    Hoje até dou perdão...mas também não espero nada em troca...disso...
    beijo
    Leca

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. pra aprender a perdoar, é preciso aprender a pedir perdão, sinceramente. ao entender o próprio arrependimento, é mais simples tentar entender o arrependimento alheio - qdo sincero, óbvio!
    =)

    ResponderExcluir
  9. Perdoar e não esquecer ou
    Perdoar e esquecer ?
    Esquecer é como jamais ter havido...
    Perdoar não é jamais ter havido, certo?!

    ResponderExcluir
  10. Para mim, tudo o que implica perdão é inesquecível. Daí a pergunta se é possível perdoar.

    ResponderExcluir
  11. só sei que perdoar não é esquecer.
    a bem da memória.

    ResponderExcluir
  12. Acho q o perdão é sim é uma decisão, mais no meu caso preciso de tempo pra tomar essa decisão; mas esqueço tudo, acho q rancor, mágoas causam doenças, então tento não carregar comigo sentimentos negativos.

    ResponderExcluir
  13. Se perdoar implica em esquecer, eu não sei ou não quero perdoar. Se perdoar implica em aceitar o mal, eu também não sei perdoar. Eu, por vezes, ignoro, tento não carregar comigo o rancor, tento olhar em frente e não permitir que me magoem novamente.
    No caso de Isabela Nardoni, não há segunda chance, não para ela. Eu apenas espero que a justiça seja feita, que seja implacável e que mate aos poucos, por dentro, os malfeitores.

    ResponderExcluir
  14. Perdoar é fácil, esquecer é que é difícil. E quanto ao arrependimento: "arrependimento é um sentimento inútil", como escreveu José Saramago.

    ResponderExcluir