quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Xixi na Piscina




A "bípede que fala" fez o post "Água Viva", que está bem ali abaixo. O assunto tratado não é sobre o curioso bicho que nos queima quando tomamos um refrescante banho de mar -- e que aqui, no sul do Brasil, se chama "Mãe D'água"-- , mas sobre certas 'subjetividades' ao redor de uma piscina e, lá pelas tantas, a querida bípede falou sobre xixi na piscina. Juro que isso me causou um certo impacto. Fazer xixi na piscina é como jogar lixo no chão, como deixar toco de cigarro no piso da repartição. Atire a primeira pedra aquele cristão que nunca fez xixi na piscina! Eu confesso - bem envergonhado - que já fiz xixi na piscina. Lembro uma vez, quando adolescente, que despejei aquele líquido quente nas águas límpidas e azuis do clube, causando uma boa sensação de alívio e, ao mesmo tempo, de angústia, porque morri de medo de ser descoberto. Comentava-se, na época, que havia uma substância química de coloração amarela que denunciava o banhista infrator. Dizem que é lenda, que essa química não existe, mas todo o cuidado é pouco.

7 comentários:

  1. rsrsrsrsr, esta na serie das coisas que todo mundo faz um dia mas que não se quer admitir rsrsrr

    ResponderExcluir
  2. muito bom, esta confissão faz parte de todos nós. e o mito, ou lenda, também.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Maia, como cantava o Cazuza, as piscinas estão cheias de ratos.
    E sobre o xixi na piscina, me ocorreu porque, antes de ontem, eu estava em uma paradisiaca quando vi os pais de uma criança achando engraçadinho ela usar a água azulzinha como penico. Eu sou a última filha de cinco crianças e, lamentavelmente, vivi momentos de chiqueiro. Como última na ordem de chegada, acabei sendo também a última na hora do banho. Muito pequena me deparei com um cocô boiando na banheira em que eu deveria usar. Só eu sei o que senti. Mais que nojo, eu garanto. Se um dia fiz xixi em uma piscina, foi enquanto muito muiitoo pequena porque não lembro a ocasião. Fico contentíssima quando vejo o meu pequeno sair da água disparado feito um raio para ir ao banheiro. É o mínimo que uma pessoa pode ter de consideração por outra.
    Anyway, gostei muito do seu post e da sua sinceridade :)
    Beijo.
    Bípede

    ResponderExcluir
  5. kkkkkkkk olhe, é bom por isso que as águas dos clubes são puro cloro, aliás cloro com um pouco de água...

    ResponderExcluir
  6. Maia, você é muito impressionado.
    Como diz o Tarde, os kilos de cloro que botam nas piscinas acabam com qualquer coisa que pudesse vir acarretada num xixizinho ou outro. E certeza que é bem mais que isso.
    Depois, tem gente que usa xixi para tratar tudo. Conheci a médica que fala disso no Brasil e já esteve até no Jô. E o Inácio de Loyola Brandão, no "Não verás país nenhum", um dos melhores livros de "ficção científica" que já li, diz que por volta de 2050, só haverá, para beber, mijo reciclado.
    E para completar, em qualquer praia da nossa costa, em algumas até bem mais, tomamos banho num verdadeiro caldo de coliformes. Por que um xixizinho de nada iria nos impressionar.
    Por último, mesmo sem ter sido chamada, defendo a Bípede, porque acho que ela foi extremamente feliz e irreverente na escolha da imagem.
    Tenho dito.
    Hehe.
    Abraços a todos.
    PS. Não consigo fazer xixi na piscina. Acho que também acredito na lenda. Meu super ego paralisa meu detrussor.

    ResponderExcluir