terça-feira, 3 de agosto de 2010

Bando de Gambozinos


Menina dos olhos doces
adormece ao meu cantar:
Tenho menina de trapos,
Tenho uma voz de luar...

Os meus braços são a lua
quando ela é quarto crescente:
dorme menina de trapos,
meu pedacinho de gente.


Matilde de Araújo

2 comentários:

  1. Um pedaçinho de gente, muitas vezes, tem mais grandeza do que um já completo.

    ResponderExcluir