terça-feira, 16 de outubro de 2012

Entre pedras e danos




Entre pedras e danos
buscando a palavra
no desacerto das contas
longe do perto
longe do certo
moendo sílabas
em um ninho de céu
toca a nuvem
os farrapos
desfiados de moça.


14 comentários:

  1. Respostas
    1. Entre pedras, a Cora Coralina, colhia flores.
      Eu, entre pedras, como você, também me dano rsrs
      Oh, vida!
      Se eu fosse mais macia, talvez as pedras rolassem para longe.
      Ou ganhassem o brilho de um olhar.
      Beijoss

      Excluir

  2. [há sempre mais céu,

    mais horizonte
    mais pertos e longes, mais adiantes

    até mais sonho e palavra
    para o guardador de caminhos
    o caminhante.]

    um imenso, imenso abraço!

    Leonardo B.




    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leonardo,

      Há sempre mais amizade
      mais ternura
      mais verbos mais
      até mais essência e poesia
      para o homem que guarda caminhos
      o caminhante.

      um imenso, imenso abraço, da Lelena brincando de ser Leonardo :)

      beijoss

      Excluir
  3. Sempre pedras... no desacerto das contas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Frida,

      Pedras nas orelhas, nos dedos, nos sapatos, nos rins, no caminho, no peito...
      pedras
      pedras sem fim.

      beijoss

      Excluir
  4. Parabéns, as pedras no caminho nos ajudam a crescer! Gosto muito de Sting! Abraçosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Kellen!

      Ou a gente cresce com elas, ou falece!

      Também gosto muito do Sting.

      Ele canta uma das minhas músicas favoritas.

      beijos

      Excluir
  5. Sempre pedras, sempre danos, mas sempre aprendizado para tornarmos alguém melhores.

    Gosta de sorteios?
    Confira em meu blog se quiser concorrer a 4 livros.
    Entre no Revelando sentimentos e saiba mais.

    Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Naty, gosto, sim, e sou boa de prêmio! Já ganhei algumas vezes. Mas perdi outras muitas!
      Vou lá no seu blog conhecê-lo.

      Beijo

      Excluir
  6. A tricotar palavras
    se constrem poemas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bonito seu nome: Mar Arável.
      Muito poético e criativo.
      Gostei também muito do comentário :)

      Excluir