sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Quem de nós


                " Incorremos em vários erros, mas acho que o nosso grande equívoco, o mais irremediável, foi nunca falar sobre eles. A única fraqueza possível, aquela que possui a maioria dos casais que diariamente se insulta, amaldiçoa e desfruta por igual de suas etapas de ódio e apaziguamento, foi isso que perdemos. Eles estão constantemente atualizando a imagem do outro, sabem reciprocamente a que se ater, mas nós estamos atrasados, você em relação a mim, eu em relação a você."

3 comentários:

  1. Este final, esta conclusão, por assim dizer, sintetiza um mundo!!!
    beijos,

    ResponderExcluir
  2. Tania, ou seja, nem que seja pelo mal, vamos a luta!! :)

    ResponderExcluir