segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Nino Bravo, Te quiero, te quiero



"...e, porque palavra puxa palavra, lembra-se de um verso que em tempos revira, um que falava do íntimo rumor que abre as rosas, parece-lhe este um formoso dizer, venturas que podem acontecer até a poetas mediocres..."

José Saramago, História do cerco de Lisboa

Um comentário:

  1. Acho tão bonito esse jeito de dizer que se ama dizendo te quiero te quiero :)

    ResponderExcluir