domingo, 26 de agosto de 2012

Caprichos do mar


o mar embriagou-se
morreu na praia
dos desejos incandescentes
qual o luar...
maré alta baixa maré
vai e vem a saudade
da saudade do amanhã:
eu era feliz? não sabia...
o mar dessalinizou
se os dias eram doces
hoje o algodão é pano-de-chão:
todos pisam, todos sujam...
o mar quando quebra na praia
meus pensamentos esfacela:
dele sou estrela
água-viva a queimar na praia...!

18 comentários:

  1. El mar siempre nos devuelve la ilusión en forma de tesoro.
    Un abrazo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Es verdad, Jan, y la ilusión es tan grande cuanto el mar!
      Gracias por su visita!

      un abrazo

      Excluir
  2. O mar é mesmo mágico, bonito demais.
    E o poema diz isso com muita beleza.

    Beijos pra você!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh Dade, obrigada por sua leitura!

      beijos procê

      Excluir
  3. àgua-via que queima...Não será isso o poema? Imagem poética tão viva, Ci!
    Beijos,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também pode ser, Tânia, pode ser...O mar é tão rico de seres vivos que estimula a nossa imaginação: águas-vivas, medusas, arraias, tubarões, polvos com seus tentáculos. É a própria vida, é o nosso inconsciente, o mar é tanta coisa, não é?

      beijoss

      Excluir
  4. O mar inspira e nos faz viajar...beijo Lisette

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O mar nos oferece tanta coisa, não é, Lisette?

      beijo

      Excluir
  5. A mim parece-me um alforreca!


    Os meus melhores cumprimentos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vieira, seja muito bem-vindo!
      Eu, na minha "santa ignorância", não conhecia essa palavra!Mas hei de conhecer daqui a pouco!

      Obrigada por sua leitura, sinto-me orgulhosa por seus cumprimentos, obrigada.

      um abraço

      Excluir
  6. Parabens pelo poema! tudo que vem do mar me faz pensar e refletir neste assunto me traz paz.
    A maré sempre traz tanta coisa, né?

    opinandoemtudo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por sua leitura e por seu comentário, 'Moça'.
      O bom da maré é que ela leva e traz coisas sempre renovadas, não é?

      Seja bem-vinda!

      Excluir
  7. O passado, versus presente...o quanto penso nisso...HOJE!
    BJ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é 'BlueShell', os dois precisam ser misturados e reciclados como as águas do mar!

      beijo

      Excluir
  8. Forte, hein? Carregado de sentimentos...gostei!

    []s

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita e pelo comentário, Rafael!

      bjs

      Excluir
  9. Respostas
    1. A dor é tão paradoxal, não é, Lelena?

      beijoss

      Excluir