terça-feira, 23 de agosto de 2011

Lentes


 

 Não nasci de óculos - nem de lentes. De manhã cedo, após ler o jornal, me debruço sobre a pia. Enquadro o olho esquerdo no espelho. Esse é barbada, na primeira oportunidade a lente se adere. Com a do lado  direito é outra história, sempre é assim,  diversas as tentativas. Sempre me pergunto, o que passa com meu olho direito?
 
Aos 25  passei a não enxergar mais as legendas no cinema, o nome da linha do lotação, o número do ônibus. O Doutor me prescreveu óculos. Juro que não fiquei tão chateado. Comecei a usar, mas sempre achei muito estranho. Tentei as lentes -  não me adaptei com as primeiras, mas quando desembarcaram as descartáveis - tudo mudou. Eu as uso direto, coloco -- com alguns percalços -- de manhã cedo e só retiro tarde da noite. Nunca durmo com elas, é que nem dormir de sapato.

4 comentários:

  1. Greetings from Finland. This, through a blog is a great get to know other countries and their people, nature and culture. Come take a look Teuvo images and blog to tell all your friends that your country flag will stand up to my collection of flag higher. Sincerely, Teuvo Vehkalahti Finland

    ResponderExcluir
  2. Acho óculos o que há de charmoso. Para homens e mulheres.

    ResponderExcluir
  3. Não nascemos de sapatos e eu tb não nasci com minha cadeira de rodas. Largo-a na hora de dormir.

    ResponderExcluir