sábado, 25 de maio de 2013

A condição indestrutível de ter sido (contra-capa e trecho)

 

 
" E me tornei mais que um lar ou uma mesa coberta com uma toalhinha de xadrez. Transformei-me na fenda de suas convenções, no vírus e no antídoto, quer ele entendesse ou não, porque estavam em mim os códigos de seu labirinto, o alimento do homem cheio de ganas, do macho que não aceitaria outra exaustão a não ser a do querer."
 
 
Helena Terra ( 'bípede falante' )


6 comentários:

  1. Respingando enganos

    Entre a dança de Marias
    e Helenas dentro de mim...

    Sou uma em muitas
    e muitas em uma.

    Só assim uno as partes
    e sou o todo!

    Olga Fonseca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Silc, tão bonito esse poema.
      obrigada :)
      beijoss

      Excluir
  2. ando ávido por devorar este livro


    beijoooos

    ResponderExcluir
  3. Parabéns! Muito sentidos.

    Beijo :)

    ResponderExcluir