quinta-feira, 5 de julho de 2012




PARA FRIDA

Crio cabelos no quintal
para ter as tranças que foram suas.

O tear dentro do quarto,
para fazer tua cama e teus vestidos,
pede linhas de sol e fios de lua.

Crio cabelos no quintal,
para enfeitar as cabeças que são suas.

O fogo dentro da cozinha
prepara pães e sopas quentes
para convidarmos
todo aquele que volta
de uma guerra,
qualquer guerra,
e pede abrigo.


Crio cabelos no quintal,
para ter as perguntas que são suas.


Os tapetes espalhados pela casa
para que nossos convidados
possam voar.


Crio cabelos no quintal,
para que não sejamos encontradas
boiando entre relvas e rios.


Seremos nós duas,
sempre,
meninas e eternas.

7 comentários:

  1. LINDO, A FORÇA DE SER MULHER

    ResponderExcluir
  2. Bípede:
    o sábado é frio só por fora.
    Aqui dentro, o coração comemora ter uma amiga que caminha pela mesma estrada da busca.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Anônimo:

    Frida é força e nos diz, se lembrarmos dela, que somos força.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Passando para lhe deseja um ótimo domingo...

    Chris Amag

    ResponderExcluir
  5. ela iria gostar, no mínimo...

    beijo

    ResponderExcluir