quinta-feira, 7 de abril de 2011

Maçã



Espesso

como uma maçã é espessa.


Como uma maçã
é muito mais espessa
se um homem a come
do que se um homem a vê.


Como é ainda mais espessa
se a fome a come.


Como é ainda muito mais espessa
se não a pode comer
a fome que a vê.

(João Cabral de Melo Neto, Cão Sem Plumas, Parte III, Fábula do Capibaribe)

Na cerimônia que presenciei, trajes de passeio, sapatos lustrosos, senhoras e senhores, autoridades, discursos e tudo mais. O assunto era a dignidade da pessoa humana, terceiro princípio fundamental da Constituição Brasileira. Até que a ilustrativa  poesia de João Cabral se sobrepôs e todos, no silêncio absoluto,  se postaram a ouvir.

Um comentário:

  1. De vez em quando a gente tem de fechar a boca! :)

    ResponderExcluir